quarta-feira, 1 de abril de 2015

10 motivos que provam que a Páscoa era mais feliz na infância

Eram ovinhos de todos os tipos: grandes, médios, pequenos... Sua família até fazia pegadas no chão para você pensar que o coelhinho da Páscoa realmente havia deixado rastros para você!!!
2. A família sempre fingia ver o coelhinho de longe, passando pela janela
E você morria de medo e se escondia para não ver nada ou saia correndo atrás desse tal Pernalonga da vida real. 
3. Você ainda acreditava piamente que o coelhinho existia

"Mas ele existe!". 
4. Você sempre ganhava o ovo que pedia
Era uma beleza! Hoje, você já fica feliz ganhando um ovo. Qualquer um. Um mísero ovinho, por favor! Mesmo que seja aquele com chocolate hidrogenado, oco, sem nenhuma surpresinha.
5. Você podia se lambuzar (literalmente) de chocolate, que todo mundo achava bonitinho
Quem não tem aquela foto clássica no álbum de família em que aparece toda suja de chocolate? Hoje, não dá nem tempo! Sua mãe já mando você parar de exagerar "porque assim não dá, né, filha?!".
6. Além de ovos de chocolate, você também ganhava coelhos de pelúcia
Ai, era tão legal!!! No final da caça aos ovos, tinha uma cesta enorme com um coelho muito fofo te esperando. Hoje, não tem nem cesta, nem ovo, quanto mais coelho!
7. Você não precisava gastar dinheiro comprando ovos para outras pessoas
Você só ganhava ovinhos e mais ovinhos. Era um paraíso! Triste é ver que o tempo passou e que, hoje, você tem que contar os trocados para comprar ovos de Páscoa para o sobrinho, para a amiga, para o amigo secreto, para o namorado... Ou seja, antigamente, a Páscoa era pura fartura, ao invés de puro "prejú"
8. A canções sobre coelhinhos da Páscoa soavam divertidas e fofas
Hoje, você olha para elas e vê segundas intenções em tudo. É um horror! 
9. Sair para comprar ovos parecia uma coisa muito mais mágica
Você caminhava por aquele corredor do supermercado repleto de ovos e chocolates e coelhos e ai, meu Deus! Era até difícil escolher um só. E sabe por que isso acontecia? Porque você ainda não se preocupava em consultar a tabela de preços antes. Realidade, gente!
10. O mais importante era a lembrancinha, não a qualidade do chocolate
Hoje, o importante mesmo é o feriado. Confessa, vai!

Nenhum comentário:

Postar um comentário